Coisas Frágeis

de Tati Otaka e Gustavo Fattori

1/3

COISAS FRÁGEIS

2014 / Português / Drama / 19min / HD / Cor

Enquadramento Produções

DIREÇÃO Tati Otaka e Gustavo Fattori

ROTEIRO Celso Duvecchi

PRODUÇÃO Leonardo Mecchi

FOTOGRAFIA Dhyana Mai

ARTE Luiza Strauss

SOM Tomás Franco

MONTAGEM André Dib

ELENCO Henrique Schafer, Léo Palhano, Patricia Pichamone, Tatiana Schunck, Thiago Rosseti

SELEÇÕES E PRÊMIOS

 

Mostra de Cinema de Tiradentes

SINOPSE

 

 

Ezequiel ama Joana. Para ficar com ela, decide abandonar sua casa, a atual esposa e um filho pequeno, pelo qual tem muito amor. No dia em que finalmente sai de casa, recebe a notícia de que Joana morreu em um acidente de carro. Além de aceitar a perda, Ezequiel tem que mergulhar em si mesmo para sufocar seu luto, exatamente quando seu desejo era trazê-lo à superfície.

 

 

BIOGRAFIA DOS DIRETORES

 

Tati Otaka é formada pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo. É codiretora do curta-metragem Coisas Frágeis (2014), prêmio da Secretaria da Cultura da Cidade de São Paulo, que estreou na Mostra de Cinema de Tiradentes 2014, e diretora de arte do curta Entulho (2014), exibido e premiado em diversos festivais do Brasil e de Portugal, e do curta Pé de Pera (2012), vencedor do Prêmio Estímulo ao Curta-metragem da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo. É coprodutora e produtora executiva do documentário Em Fins (2011), exibido no Festival Brasileiro de Cinema Universitário, codiretora e coprodutora do documentário Entre Graffitis (2008), além de ter trabalhado na arte dos longas-metragens Super Nada (2012) e A Performance (2011). É codiretora de arte do videoclipe Aurora (2011), e dos curtas Tiago, o Pirata e o Caso da Fada dos Dentes (2011), e Márcia tem sorte com os Homens (2012), este último, vencedor do Concurso Petrobrás 2010.

 

Gustavo Fattori é formado pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo, roteirista e diretor dos curtas-metragens Em fins (2011), exibido no Festival Brasileiro de Cinema Universitário, e Pé de Pera (2012), vencedor do Prêmio Estímulo ao Curta-metragem da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo, e codiretor do curta-metragem Coisas Frágeis (2013), prêmio da Secretaria da Cultura da Cidade de São Paulo, que estreou no Mostra de Cinema de Tiradentes 2014. Dirigiu filmes institucionais, educacionais, e trabalhos de criação junto a organizações não-governamentais. Atua na área de cinematografia - como diretor de fotografia, técnico de câmera e imagem digitais, pesquisador, ou finalizador - em clipes musicais, filmes publicitários, documentários, curtas, séries televisivas e longas ficcionais. Participou de trabalhos rodados nos Estados Unidos, na Argentina, e por todo o Brasil.

Enquadramento Produções

contato@enquadramen.to

São Paulo

Brasil

  • Facebook Black Round
  • Vimeo Black Round